Nossa missão

Dentre os extremos da disputa de modelos de desenvolvimento na Amazônia, uma pautada na drástica supressão vegetal e outra pautada num uso amigável da biodiverdidade, a missão do Pacto das Águas é garantir alternativas de geração de renda às comunidades da Amazônia apoiando a estruturação das cadeias de produtos da sociobiodiversidade.

A partir dessa premissa, nossos projetos se norteiam em 04 pilares fundamentais.

    1. Apoiar as formas de organização social para melhoria da qualidade produtiva: Entendemos que é de suma importância capacitar os povos da floresta para que possam qualificar seus produtos, seus processos produtivos e se tornarem mais competitivos no mercado. Fazemos isso por meio de oficinas de boas práticas, intercâmbios de experiência, planejamentos participativos e assessoria técnica continua nas aldeias e comunidades.
    2. Estruturação física dos sistemas de armazenamento, seleção, secagem e transporte da produção: A qualidade necessária para o produto deve ser um dos fatores primordiais para dialogar com outros atores de mercado para alem do tradicional sistema de aviamento. O Pacto das Águas foca na estruturação física de cadeias de valor por meio da construção de barracões e mini barracões, mesas de seleção e secagem manual, entrepostos regionais de armazenamento, e do sistema de transporte fluviail e terrestre para escoamento com agilidade e segurança para qualidade do produto.
    3. Agregação de Valor: É nosso diferencial, buscamos melhores preços para os produtos dos povos da floresta, criamos e buscamos estratégias de agregação de valor que possibilitam aos povos continuarem acreditando e lutando na manutenção da floresta em pé. Temos alcançado um dos melhores preços para a Castanha com casca na Amazônia e mesmo em tempos de baixa no mercado, nossas estratégias mantém o preço estável para os produtos. Conseguimos implementar essas ações possibilitando aos povos e suas associações o acesso aos recursos do PAA e PGPMBio, viabilizando a certificação orgânica, prospecção de mercados, assessoria na comercialização e capital de giro.
    4. Apoio na gestão dos empreendimentos comunitários: Incentivamos o protagonismo dos povos, principalmente no fortalecimento de suas associações, contribuímos para que possam elaborar e gerir seus próprios projetos, bem como orientamos na realização de negócios mais viáveis e seguros. Atualmente apoiamos a criação da REDE DA FLORESTA, uma instância comercial dos produtos desses povos.

Dentre os principais resultados da iniciativa do Pacto das Águas nesses 12 anos de atuação, destacam-se: a conservação de mais de 3 milhões de hectares de floresta, manejo de aproximadamente 200 Castanhais nativos, coleta de 3.400 toneladas de Castanha e 100 toneladas de borracha, sendo comercializadas a preços mais justos, apoiamos o acesso a aproximadamente mais de R$ 3 milhões de recursos de importantes políticas públicas como o PAA e a PGPMBio.

VISÃO Ser referência na estruturação de cadeias de produtos da sociobiodiversidade como alternativa sustentável de geração de renda e na promoção do diálogo entre os atores.

DIRETORIA EXECUTIVA

Everaldo Dutra– Presidente
Domingos Sávio Gomes– Diretor Secretário
Rosimar Braga – Diretora Tesoureira

CONSELHO FISCAL

Emerson de Oliveira – Coordenador Técnico
Veronice Machado – Assistente Administrativo e Financeiro
João Manoel Souza – Agrônomo

SUPLENTES

Maritsa Missae – Engenheira Florestal
João Paulo de Queiroz – Técnico Agrícola
Plácido Costa – Articulação Institucional

 

 

Share This