Desde 2013 é desenvolvido o projeto Pacto das Águas – Gestão territorial e sustentabilidade para os povos da floresta na Amazônia Meridional: Noroeste de Mato Grosso e Leste de Rondônia. Patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental. Em Rondônia integram essa iniciativa os povos Gavião e Arara da Terra Indígena Igarapé Lourdes e os Tupari, Aruá e Macurap, da Terra Indígena Rio Branco. Já em Mato Grosso, fazem parte os povos Cinta Larga da Terras Indígena Serra Morena e Parque Indígena Aripuanã, os Rikbaktsa da Terra Indígena Japuíra, além dos seringueiros da Reserva Extrativista Guariba-Roosevelt.

A partir do manejo da castanha-do-Brasil (ou castanha-do-Pará), e de outros produtos da sociobiodiversidade, o projeto já envolveu mais de 3 mil pessoas em atividades de manejo florestal comunitário. Somente nas últimas safras, o projeto Pacto das Águas apoiou a produção de cerca de 1500 toneladas de castanha e 30 toneladas de látex. Para o armazenamento da produção foram construídos ou reformados 33 barracões com capacidade de armazenagem de 300 toneladas e instaladas 40 mesas de secagem.

Para incentivar e viabilizar o extrativismo a equipe do projeto orienta os participantes em boas práticas de manejo desde a coleta na floresta até o armazenamento em barracões. O projeto também incentiva a construção de barracões e mesas de secagem além de auxiliar os povos na busca de mercados justos para a produção. Além disso, são oferecidas capacitações para jovens e mulheres nas áreas de manejo e gestão de negócios.

Além de ser considerada como uma das mais bem-sucedidas experiências em alternativas de geração de renda pautadas na conservação das florestas na Amazônia, o Pacto das Águas ajuda a garantir a conservação de 1,8 milhão de hectares de floresta amazônica. Em 2015 foi reconhecido pela Fundação Banco do Brasil como Tecnologia Social e em 2016 foi certificada como prática ambiental no Prêmio Gestão Ambiental no Bioma Amazônia, uma iniciativa do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam).

Share This